ATUALIZAÇÃO: esta atração terminou em maio. Ainda tem uma dance party na mesma área, mas sem os personagens de Os Incríveis, que terão um novo espaço para “meet n’greet”. 

No nosso primeiro dia de Magic Kingdom nas últimas férias descobrimos um programinha super legal e que pouca gente comenta: o #INCREDIBLESSuperDanceParty.

Senhor e Senhora Incrível chegando pra agitar com a galera

Em alguns horários do dia – nós fomos às 17h – um DJ toca em um palco instalado na Tomorrowland músicas dançantes e contagiantes – daquelas que balançam o esqueleto de bebês até vovôs. 

Um agito só! Nem o vento forte atrapalhou…

Assim que começa a tocar, aparecem na “pista de dança” os personagens dos filmes Os Incríveis. 

Eles ficam ali dançando e brincando com a galera. É muito legal, um clima bem gostoso, e chega até a recarregar um pouco as energias pra noite no parque. 

Até o Frozone apareceu…

Minhas filhas dizem sempre que foi uma das coisas mais divertidas que fizeram por lá. 

Vale muito a pena reservar pelo menos uns 15 minutinhos para curtir esta atração! 

Todos eles super atenciosos, queridos e fazem questão de dançar com todos que estão por ali

Tem todos os dias das 17h às 22h normalmente. Às vezes tem também em outros horários. Sempre confira no My Disney Experience ou no folheto de horários do parque para confirmar, ok? 

*** Todos os personagens desta atração interagem muito com as pessoas e com as crianças. Mas estão ali para dançar e brincar. Vez ou outra fazem pose para alguma foto, mas de forma que a brincadeira não pare. Não vi eles dando autógrafos pra ninguém. Caso queiram tentar, perguntem para o cast member que acompanha eles (sempre tem um) se é possível conseguir o autógrafo. 😉

Vem aí… Mickey’s Very Merry Christmas Party – a festa de Natal da Disney

Desde o dia 01 de Outubro o Magic Kingdom já está prontinho e decorado para as festas de final de ano. 


Então, junte o lugar mais mágico no planeta, com a época do ano mais mágica do mundo, acrescente uma dose extra de luzes cintilantes, surpresas gostosas e personagens amados, e terá a festa mais linda da Disney: a Mickey’s Very Merry Christmas Party
A MVMCP ocorre em algumas noites dos meses de Novembro e Dezembro, e requer um ingresso específico. Isto significa que nestes dois meses, em algumas datas o parque fecha mais cedo (normalmente às 18h ou 19h), e depois deste horário só fica lá dentro quem comprou o ingresso para a festa. 


Além das atrações estarem abertas – e com muito pouca fila, pois o número de ingressos é limitado – o parque fica todo em clima de Natal, com músicas natalinas tocando, os personagens todos vestidos a caráter, e algumas surpresinhas para os visitantes, como a distribuição de chocolate quente e cookies em pontos espalhados pelo parque. Costuma também cair uma fina neve (artificial, mas linda do mesmo jeito) na Main Street. 


Além disso, no lugar do Wishes, que é o show de fogos tradicional do parque, é apresentado um show de fogos especial para a festa. 
Tem também um desfile natalino lindo, normalmente apresentado em 2 horários na noite. 
Este ano, haverá também um show novo no palco em frente ao castelo – o Mickey’s Most Merriest Celebration – onde o Mickey está organizando uma linda festa de Natal, cheia de convidados especiais como Minnie, Donald, Pluto, Margarida, Pateta, Peter Pan, Alice e muito mais!

Este ano a festa irá acontecer nas datas abaixo: 
Novembro: 7, 8, 10, 11, 13, 15, 18, 27 e 29
Dezembro: 1, 2, 4, 6, 8, 9, 11, 13, 15, 16, 18 e 22

O ingresso custa a partir de US$ 86, e o valor varia conforme o dia. Veja a tabela aqui. 
A compra pode ser feita direto pelo site da Disney, ou em locais de vendas autorizados em Orlando – lembrando que a compra antecipada é recomendada, uma vez que os ingressos são limitados. Aqui no Brasil normalmente os agentes não vendem estes ingressos para eventos especiais, mas vale você perguntar para o seu agente para confirmar. 

Dicas do Viajandona: 
– Se você vai na MVMCP, aproveite para descansar durante o dia ou fazer algum programinha mais leve, e chegue mais cedo ao parque. Mesmo a festa iniciando às 19h, normalmente eles já autorizam a entrada mais cedo, lá pelas 16h ou 17h, o que te dá um pouco mais de tempo para aproveitar o parque. 
– Mesmo indo à festa, reserve um dia da sua viagem para visitar o Magic Kingdom. E se possível que seja em um outro dia. Lembre que alguns shows são diferentes durante a festa, como o Wishes, e vale muito a pena assistir a “versão original” também. Sem falar que tendo um dia para aproveitar o parque, quando for na MVMCP você poderá focar no que é exclusivo da festa! 
– Tem muita coisa para fazer na festa… então trace suas prioridades! Por exemplo, ao invés de passar o tempo todo tentando tirar fotos com todos os personagens, foque naqueles que só aparecem na festa de Natal. 
– Comprou o ingresso bem para aquele dia que está mega frio? Entre no clima, agasalhe-se bem e aproveite! Ah! E tome muito chocolate quente!!!  

Bye-Bye "Celebrate the Magic"… Welcome "Once Upon a Time"!!

Como já foi amplamente anunciado ontem pela Disney e pelos principais blogs, o lindo show de projeções no Castelo da Cinderela Celebrate de Magic será substituído a partir do dia 10 de Novembro por um novo show, o Once Upon a Time.

Este novo show foi inspirado no que está em cartaz na Disneyland de Tóquio, e usa uma tecnologia de projeções que promete cobrir cada cantinho do castelo, com imagens quase que tridimensionais.
Nele vamos ver a Madame Samovar (Mrs. Potts) e Zip (Chip Potts) fazendo uma viagem por várias cenas marcantes de histórias Disney.
Desde a primeira vez que eu vi o Celebrate de Magic, ele passou a ser um dos meus shows favoritos. Pra mim ele é tão perfeito e lindo que chega a me deixar sem fôlego, com lágrima nos olhos!
E agora, ao que parece, vai ficar melhor ainda!!
Quem já está ansioso para conhecer este novo show? Eu não vejo a hora!!

Welcome Once Upon a Time!!!

Ah! Bom dizer, principalmente para quem vai nas próximas semanas, que a última exibição do Celebrate de Magic será no dia 5 de Novembro. Então terá um intervalinho de alguns dias sem show de projeções. Maaasssss…… é sempre bom dar uma olhada na programação disponível no site da Disney e no aplicativo My Disney Experience para confirmar os dias de exibição e horários.

As melhores atrações para ir com crianças – Epcot

Se tem um parque que quase sempre é deixado de lado por quem Orlando com crianças pequenas, é o Epcot. 

Normalmente as pessoas tendem a achar que é um parque sem muitas atrações infantis, e que isso vai acabar entediando os pequenos. 
E hoje eu vou tentar mostrar que não é bem assim… 
Fotinho básica e obrigatória com a Spaceship Earth
Eu adoro o Epcot!! Acho ele um parque lindo, interessante e muito gostoso para passar o dia. 
Ele tem atrações para todas as idades, e é sim um ótimo lugar para ir com os pequenos. 
Quando levamos a Bia pra lá com 5 anos ela se divertiu muito, curtiu as atrações e chegou no final do dia com energia para assistir os fogos. 
Outra coisa que é bem legal no Epcot, é que é bem mais fácil tirar foto com personagens lá do que no Magic Kingdom por exemplo. Na área do World Showcase, pelos países você vai encontrando vários personagens, inclusive as princesas Disney, com uma fila bem menor! Vou fazer um post mais pra frente passando algumas dicas de como conseguir aproveitar sua visita e tirar fotos com a maior quantidade de personagens possível. 
O parque é o maior em área da Disney e é dividido em duas partes: Future World e World Showcase. 
Vamos então ao nosso passeio, lembrando que o foco deste post são as crianças pequenas… então talvez você sinta falta de algumas atrações, das quais falaremos em outra oportunidade. Ok? 

FUTURE WORLD – 

Esta é a parte “da frente” do parque, com a qual você dá de cara logo que chega. 
Esta área é dividida em pavilhões, cada um com uma temática diferente, mas todas relacionadas a ciências e tecnologia. 

Spaceship Earth: 
A primeira vez que minha filha viu a famosa “bola” do Epcot, ela tinha certeza de que aquela coisa são grande e tão linda só poderia ser uma atração muito radical… pois é… mas não é. Aliás, de radical não tem nada, e está liberada para os pequeninos! 
A “bola” nada mais é do que um trenzinho bem lento que faz um passeio pela história das comunicações, desde as cavernas até os dias de hoje. 
O único senão, é que o ambiente é meio escuro, e que como é uma atração lenta e um pouco demorada, as crianças menores podem ficar meio entediadas da metade para o final. 
Quanto a entender o áudio, sem problemas! Pois você pode escolher a língua que quer, e português está disponível! 
Apesar do “senão” acima, eu acho uma atração imperdível. Principalmente para crianças que já estão em idade escolar. 
E na saída tem várias atividades interativas para todos se divertirem.

Na saída da Spaceship Earth encontramos amiguinhos muito divertidos!

The Seas with Nemo & Friends: 
Bia com os amiguinhos Nemo e Dory
Este pavilhão é uma loucura para os pequeninos!! 
Que tal embarcar em uma concha magica que nos leva a uma visita a Nemo, Marlin, Dory e cia? 
Esta é a Juju, minha sobrinha, curtindo o Nemo com 1 aninho!
Bia e os peixes… vidrada!!
Não bastando esta viagem pelo fundo do mar, aquários gigantescos e lindos, e uma atração muito legal, mas que fica mais legal para os pequenos que conseguem entender inglês, é o Turtle Talk with Crush… uma conversa divertida e animada com a tartaruga marinha mais esperta do pedaço! 

The Land – 

Seguindo pelo parque, chegamos a este pavilhão cheio de atrações… olha só: 
– The Circle of Life – uma animação de 20 minutos, com os personagens Timão e Pumba do filme O Rei Leão, sobre conservação do meio ambiente. 
– Living with the Land – muita gente acha esta atração meio chata, apesar de bem interessante. É uma experiência do Epcot, de plantio e cultura de alimentos em ambientes digamos assim… alternativos. Legal para os pequenos verem (de certa forma) de onde vem os alimentos que comemos. Se quiser fechar esta experiência com chave de ouro, os dois restaurantes deste pavilhão – Sunshine Seasons e Garden Grill – servem alguns dos alimentos cultivados no The Land. 
Imagem retirada da internet da Soarin’

– Soarin’: é a segunda atração mais concorrida do Epcot hoje. Então, chegue cedo ou garanta seu Fast Pass! Quanto aos pequenos, vai depender da altura da criança (mínimo de 102 cm) e do espírito aventureiro. Como é uma experiência 4D, onde as cadeiras ficam suspensas e com movimento, pode ser que alguns pequenos se assustem. A Bia, com 5 anos foi e se assustou um pouco. Mas vi várias crianças desta idade que curtiram numa boa. 
É a minha atração favorita do parque! Adoro de paixão… caso seu filho seja ainda muito pequeno, vale muito a pena fazer um Rider’s Switch, caso estejam apenas os pais com os filhos. 

Imagination! – 

Apresentamos…. Figment!!!
Este é outro pavilhão obrigatório para quem está com crianças! 
Quem comanda ele é o Figment… um dragãozinho roxo que leva todos a uma viagem ao mundo da imaginação. 
– Journey into Imagination with Figment: nesta atração, todos embarcamos em uma viagem ao mundo da imaginação… muito fofa para as crianças, mas pode ser meio chata para os pais por causa da… musiquinha. É daquelas que ficam na sua cabeça por um bom tempo! Mas o que a gente não faz pelos pequenos, não é? 
– ImageWorks – the What If Labs – esta área vale muito (mas muito) a pena a visita! Fica logo na saída da atração do Figment, e tem várias brincadeiras interativas super legais para as crianças… envolvem cores, formas, sons e chamam os pequenos (e grandes também, porque não?) a soltar a imaginação! 
Foi bem difícil de tirar a Bia de lá… amou ficar brincando!! 

Brincando no ImageWorks – parte 1
Brincando no ImageWorks – parte 2
Innoventions – 

Mais um pavilhão, desta vez todinho cheio de atividades interativas, mas agora com foco em ciência e tecnologia. Vale a pena uma visitinha! 

Ellen’s Energy Adventure – 

Esta atração nos leva, junto com a apresentadora americana Elles de Genneres, a uma viagem pela história da energia. Apesar de interessante, é uma atração um pouco chatinha… mas se seu filho gosta de dinossauros, vá!! 

Mission: Space – 

A altura mínima para esta atração, que simula a sensação de estar sendo enviada ao espaço em uma nave, é de 112 cm. E ela é indicada apenas para crianças maiores e com espírito aventureiro. 

Test Track – 

Minha segunda atração favorita na Disney… ela simula aqueles testes feitos com carros (frenagem, aceleração…) e no final simula uma corrida de carros. Pede altura mínima de 102 cm. Se você acha que seu filho vai encarar bem a velocidade, pode ir! A Bia foi na boa aos 5 anos e adorou! 

Fomos durante o Epcot’s Flower and Garden Festival
WORLD SHOWCASE

Nós aqui em casa amamos de paixão esta área do parque! É uma delícia passar a tarde passeando por aqui… 
Digo a tarde porque esta área abre somente às 11h, com uma exceção que falaremos daqui a pouco. 
Mas anota aí: não é porque esta área abre mais tarde que você vai poder acordar mais tarde. O Future World abre cedinho e o ideal é você chegar com o parque abrindo para fazer esta parte até a hora do almoço, enquanto está tudo mais tranquilo. E depois aproveita a tarde viajando pelo mundo… 

Fomos pra Disney… paramos no Canadá! 
Oh, Canada!
Aqui encontramos 11 pavilhões dispostos ao redor de um enorme lago, cada um representando um país: Canadá, Reino Unido, França, Marrocos, Japão, Itália, Alemanha, China, Noruega, México e “The American Adventure”, que conta um pouco da história dos EUA. 
Reino Unido com direito a Pub, Fish & Chips e… Mary Poppins!!
Cada “país” conta um pouco da sua história e sua cultura através de lojas, restaurantes, atrações e shows. Sem falar na estrutura, que em todos eles representam um pouco da arquitetura de cada país. os Cast Members de cada pavilhão são também pessoas nativas daqueles países que estão representando. 
Ah… a França… 

Teve gente que não queria sair da França…
Quer passeio mais legal pra fazer com o seu filho? Poder mostrar pra ele um pouquinho do mundo em um só lugar? Nós amamos… e a Bibi também!! 
Marrocos…
Japão…
Dama e o Vagabundo na Itália… 
Mini cidade na Alemanha… 
Mais um pouco de Alemanha
Uma coisa bem legal de fazer com os pequenos é comprar um passaporte do Epcot, que eles podem “carimbar” em todos os países. É uma recordação bem legal! 
Além disso, nos pavilhões dos países encontramos muitos personagens para tirar fotos, com uma fila razoável. 
Tigrão e Pooh no Reino Unido
Aurora na França… 
E Bela também na França
O legal é que cada personagem fica no país onde acontece a sua história. Mais uma coisa legal para contar para os pequenos! 

FROZEN E ARENDELLE NO EPCOT – 

Lembram que falei que o World Showcase abria às 11h, com uma exceção? 
Então… a exceção é a Noruega, que desde o primeiro semestre deste ano transformou-se em Arendelle, e abriga uma atração linda do Frozen – o Frozen Ever After. E por isso abre também logo cedo, junto com as atrações do Future World. 
Se você vai com crianças ou é fã da história das irmãs Anna e Elsa, garanta seu fast pass, pois esta é hoje a atração mais concorrida de toda a Disney!! Em alta temporada a fila pode durar horas… 
Logo ali ao lado Anna e Elsa esperam todos para um abraço e uma foto, no Royal Sommerhus. 
Uma das minhas fotos favoritas, tiradas durante
nossa espera pelos fogos
Acha que acabou? Que nada!! A noite ainda tem um dos shows de fogos mais lindos de Orlando, que merece que você garanta um bom lugar na beira do lago do World Showcase: o IllumiNations: Reflections of Earth
E olha como estava a garotinha no final de tudo isso…
Espero que com este post eu tenha conseguido mostrar que o Epcot é sim lugar para criança!! 

Se tiver alguma dúvida, ou quiser mais dicas, entra lá no nosso grupo do Facebook clicando aqui: Família Viajandona na Disney



As melhores atrações para ir com crianças pequenas – Magic Kingdom

Já vi muita gente desistindo de ir para Orlando porque tem filhos menores de 5 anos e por isso achou que seus pequenos não iriam aproveitar a viagem. 
Então fiz esse post aqui pra provar sim, que é possível e muito legal de ir pra Disney com uma criança pequena. Para nós aqui foi uma experiência que nos fez ver a Disney de uma maneira que nunca tínhamos imaginado… com os olhos de uma criança! 
Quando fomos levar nossa filha mais velha pela primeira vez à Orlando, então com 5 anos, eu tinha acabado de passar por diversos procedimentos para corrigir uma má formação arterio-venosa no cérebro. E por consequência disso, as recomendações médicas foram: “pode ir em todas as atrações que sua filha puder ir. No restante, nem pensar!”
E assim, posso dizer que sou uma das adultas mais experientes em brincadeira de criança na Disney! 
Por isso, resolvi fazer este post com nossas atrações favoritas, onde crianças de 0 a 5 anos podem fazer a festa! Em cada atração coloco os limites de altura, se houverem, e indico se a atração pode causar medo, já que esse fator pode variar de criança a criança. 
Por exemplo, minha filha amou ir a todas as montanhas-russas que pôde ir (as pequenas)… mas algumas atrações que envolviam efeitos 4D e não saíam do lugar, assustaram ela um pouco. 
O post vai ser um pouco longo pela quantidade de atrações, mas acho que será um bom guia para quem está indo pra lá: 

ADVENTURE LAND: 

Bibi Sparrow saindo do Pirates of the Caribbean – ela adora desde pequena!

Jungle Cruise – 
É uma atração clássica, que está lá desde a inauguração do parque. As pessoas embarcam em uma aventura através de grandes rios do mundo, com animais, índios e desbravadores. A velocidade do barco é bem lenta, e as crianças gostam muito de ver os animais pelo caminho. Não tem limite de altura, e é imperdível para os adultos também. 

The Magic Carpets of Alladin – 
Já pensou embarcar com seu filho no tapete de Alladin e voar por um mundo mágico? Assim é esta atração, onde todos embarcam nos “tapetes” que voam em círculo, subindo e descendo conforme você for controlando. É bem parecido com o “Dumbo the Flying Elephant”. Não tem limite de altura também e a velocidade é bem tranquila. 

Pirates of the Caribbean – 
Esta também é uma atração clássica, amada pelos adultos e adorada pelas crianças, que podem achar bem divertido passar por todos aqueles cenários de piratas, navios em batalha… 
Sim eu disse “podem“, pois o ambiente é um pouco escuro e em alguns momentos os pequenos podem se assustar um pouco. A minha filha, com 5 anos, adorou! Mas depende de cada criança. 
Aqui também a velocidade é bem calma e não tem limite de altura. 

Walt Disney’s Enchanted Tiki Room – 
É um show de “pássaros robôs” cantantes, também clássico e da época do tio Walt. 
Apesar da musiquinha meio chiclete, é legal de ir pelo menos uma vez, até por se tratar de uma atração clássica. E é bem legal para os pequenininhos. 

Swiss Family Treehouse – 
Quem assistiu o filme “A Cidadela dos Robinsons” (Swiss Family Robinson) de 1960 se familiariza logo logo com esta atração, onde as pessoas sobem em uma árvore por uma trilhazinha e passam pelos cenários do filme. Bem legal para as crianças, principalmente para as que já estão andando e querem explorar tudo. Mas lembre sempre de ficar por perto dos pequenos exploradores, principalmente lá no alto! 

FRONTIERLAND:

Country Bear Jamboree – 
Mais um show de “animais robôs” cantantes, mas desta vez ursos muito muito fofos, com um toque de Família Buscapé. Esta atração também está no Magic Kingdom desde sua inauguração, e vala muito a pena ir, principalmente com criança pequena. 

Walt Disney World Railroad – 
Este trem Maria Fumaça que dá a volta do parque é excelente para ir com os pequenos, e uma ótima pedida para aquele momento em que você quer dar uma relaxada nas andanças. Dá inclusive para ir de um ponto a outro do parque sem esforço – por exemplo, da Frontierland até a Fantasyland. 

LIBERTY SQUARE: 

Haunted Mansion – 
É a famosa casa mal assombrada, cheia de fantasmas dançantes, travessos e bagunceiros. Esta atração, por ser no escuro e envolver fantasmas e monstros, pode assustar algumas crianças também. Minha filha adorou… mas antes de entrar conversamos com ela sobre o que ela veria lá dentro e que tudo não passava de brincadeira e mágica. Ela topou e deu certo. 
Os carrinhos vão em uma velocidade bem lenta, crianças pequenas podem ir com 2 adultos junto e não tem nenhum limite de altura. Vai mesmo da análise de cada um se o pequeno vai encarar ou não. 

Liberty Square Riverboat – 
Este enorme barco a vapor chamado Liberty Belle, que dá uma volta pelo Rivers of America é também um passeio legal pra fazer com crianças… minha filha não se interessou muito, e preferiu ir a outras atrações. Mas certamente é uma boa pedida! 

FANTASYLAND: 

Decolando nosso vôo no Dumbo…

Prepare-se para passar boa parte do seu dia por aqui, que é sem dúvidas a área do parque que os pequenos (e os grandes) mais curtem!! 

The Barnstormer – 
Também conhecida como “Montanha-russa do Pateta”, é uma brincadeira divertida e radical para os pequenos. Aqui em casa todos adoramos!! 
Apesar de ser uma montanha-russa, ela é pequena e sem grandes sobressaltos. Mas para se divertir nela precisa ter altura mínima de 89 cm. 

Casey Jr. Splash ‘N’ Soak Station – 
Aqui a garotada delira!!! Principalmente nos dias quentes da Primavera ou do Verão… 
Trata-se de um playground aquático, com fontes de água, jatos, poças e muita área molhada. No calor é uma delícia, e vale a pena levar uma muda extra de roupa ou roupa de banho. Já em dias mais frescos ou frios, passe longe pra não ter gente implorando pra ir. 

Dumbo the Flying Elephant – 
Uma das atrações mais icônicas da Disney, é aquele brinquedo em que a gente pode “voar” com o Dumbo… os pequenos e os grandões adoram!! 

Enchanted Tales with Belle – 
É uma atração maravilhosa e interativa, uma das nossas favoritas de toda a Disney. Nela a Bella em pessoa aparece para contar a história de como conheceu a Fera, e algumas pessoas são chamadas para ajudar a encenar a história. Da última vez que fomos, só chamaram crianças para participar, entre elas minha filha, que foi numa boa e participou sem falar inglês nem nada! No final a Bella deu de presente pra ela um marcador de livros. Adoramos de paixão!!! 

Começo da atração Enchanted Tales with Belle… a The Wardrobe ajuda
a escolher quem fará os personagens da atração. Sim! Ela fala!!!
A Bella com a Bibi ao final da atração… 

Mad Tea Party – 
Bem vindos à um pedaço da história de Alice no País das Maravilhas, e rode, rode, gire muito nas suas xícaras malucas!!
Não tem restrição de altura, mas as xícaras rodas meio rápido… a criançada adora e é uma delícia! Mas conheço muito adulto que foge de tanto giro… 

The Manny Adventures of Winnie the Pooh – 
Uma das atrações mais fofas e amadas pelos pequenos. Em um pote de mel, vamos passeando pelas histórias do Pooh e seus amigos. Tem como não adorar?!

Mickey’s PhilharMagic – 
Aqui todos entram em um teatro onde assistimos a muitas confusões com a turma do Mickey, Donald, Minnie, Margarida e Pateta. Tem efeitos 4D, que às vezes podem assustar alguns pequenos, mas com essa turminha eles acabam curtindo muito!! 

Peter Pan’s Flight – 
Um passeio pela Terra do Nunca em barquinhos voadores, muito legal para as crianças e para os adultos. O trajeto é bem lento e tranquilo. 

Prince Charming Regal Carrousel – 
O famoso, lindo e enorme carrossel da Disney, que fica logo atrás do Castelo da Cinderela. Com certeza vale uma voltinha… ou duas, três, quatro… quantas você e seu pequeno quiserem!! 

Rodando, rodando, rodando no carrossel…

Seven Dwarfs Mine Train – 
Esta é uma das atrações sensação do Magic Kingdom, com longas filas, mas que vale a pena a espera! A Montanha Russa dos 7 anões, é imperdível para os adultos e também para crianças acima de 97 cm de altura. Mas não esqueça de agendar seu Fast Pass+ com antecedência! 

Under the Sea – Journey of the Little Mermaid – 
Uma atração lindinha, que conta a história de Ariel, a Pequena Sereia. Velocidade também bem tranquila, sem limite de altura. Não esqueça de na saída dar uma passada na Ariel’s Grotto, que fica logo ao lado, para tirar uma foto com a Ariel! 

It’s a Small World – 
Também uma atração clássica e imperdível, principalmente se você está com crianças pequenas. Em um barco que vai bem devagarinho, vamos passando por bonecos que representam crianças do mundo inteiro. 
Ah! Com direito a musiquinha chiclete também!! Se você é uma pessoa “vintage” como eu, da época do programa Domingo no Parque, já sabe que música é!!

“Adeus” em várias línguas ao final de It’s a Small World

TOMORROWLAND: 

Astro Orbiter – 
Um aviãozinho, que roda em círculos, talvez um pouquinho mais rápido que o Dumbo, mas que fica em cima de uma estrutura dentro de onde fica a fila do brinquedo. E isso deixa ele um pouco mais alto. Não tem restrição de altura, e se você acha que seu filho não vai ficar assustado de voar lá no alto, vai fundo porque é bem legal! 

Buzz Lightyear’s Space Ranger Spin – 
Esta atração também é uma das mais concorridas e uma das que mais gostamos aqui em casa! 
Em um carrinho com alguns comandos parecidos com um joystick, você vai passar por diversas áreas com alienígenas, nos quais você vai atirando e ganhando pontos. Como se fosse um vídeo-game em movimento. As crianças adoram, e vali muito a pena ir!! Não tem nenhum movimento muito radical, e também sem restrição de altura. 

Tomorrowland Speedway – 
São carrinhos para dirigir em uma pista, com um trilho que segura o carro no caminho. Atração super clássica, está lá desde o início, e a criançada adora “dirigir de verdade”. 
Só cuide pra você não pegar um carrinho com direção inglesa… eu peguei um com o volante trocado e só paguei mico do início ao fim. 

Tomorrowland Transit Authority PeopleMover – 
É um trenzinho com ares mais “moderninhos”, também legal para quando você quer dar uma descansada nas pernas e apreciar o visual da Tomorrowland. Ele passa por dentro da Space Mountain. Lembro que minha filha ficou super animada, falando que tinha ido na “montanha russa radical”… 

Bia curtindo o Tomorrowland Transit Authority PeopleMover 

O parque tem muito mais atrações, mas em sua maioria um pouco radicais ou assustadoras demais para menores de 5 anos. Delas falaremos em outro post. 
Todas estas atrações acima eu testei com a minha filha, quando tinha 5 anos. Então pode ir tranquilamente, a não ser que envolva algum fator que vá assustar seu filho. 
Para crianças bem pequeninhas e bebês, a maioria das atrações acima dá pra ir tranquilamente.
Os shows e encontros com personagens também fazem sucesso com os pequeninos… mas também farei um post específico mais pra frente (a lista de posts está enorme!!). 
Se tiver alguma dúvida de alguma atração acima, ou se quiser alguma dica mais específica para você e seu filho, é só deixar seu comentário abaixo, ou entrar em contato na nossa Página do Facebook ou Grupo




















Post IV: Southern California Citypass – Economizando nos ingressos!

Se você está com viagem programada para o sul da Califórnia, e pretende visitar outros parques além do Disneyland, hoje quero te dar uma dica valiosa! 



Comprando o Southern California Citypass ao invés de comprar os ingressos parque por parque, você pode economizar mais ou menos uns US$ 140 por pessoa! E em tempos de Dólar maluco, isso é uma grande notícia. 
Em nossa viagem nós não usamos o Citypass, pois devido ao tempo de viagem optamos por visitar somente a Disney. Mas tanto em Anaheim como em San Diego este combo de ingressos é bastante divulgado e utilizado. 
Segue um comparativo de preços entre o Citypass e os ingressos avulsos, usando como referência os valores para 1 adulto: 

Southern Califórnia Citypass, incluindo: 
            – 3 Dias para os parques da Disney, com Hopper + Magic Morning
            – Sea World San Diego
            – Legoland California
       US$ 341 por adulto
Se incluir o San Diego Zoo: US$ 379 por adulto
* Hopper: opção de trocar de parque todos os dias
* Magic Morning: pode entrar mais cedo no parque em um dos dias (verificar calendário)

Ingressos avulsos: 
– Disney 3 Day Park Hopper Ticket com Magic Morning: US$ 295
– Disney 2 Day (simples, sem Hopper): US$ 195
– Sea World San Diego: US$ 69,99
– Legoland California: US$ 93,00
– San Diego Zoo: US$ 50,00 

Sendo assim, se for para passar 3 dias em Anaheim, comprando o ingresso com Hopper (que lá é legal, pois os parques são em frente um ao outro, sem grandes deslocamentos), você iria gastar aproximadamente US$ 500!! Veja que economia legal você faz ao comprar o Citypass. 
E mesmo se, como eu fiz, você comprar só 2 dias de Disney mas pretende ir aos outros parques, já dá uma ecomomiazinha… 
A compra é direto pelo site, que tem versão em português, e é bem fácil de se localizar e cheio de dicas: Southern California Citypass
Apenas a título de informação, o Legoland California, fica em Carlsbad, aproximadamente uma hora ao sul de Anaheim, e meia hora de San Diego. Ou seja, dá pra ir tranquilo de uma cidade ou de outra, ou até hospedar-se por lá, já que tem o hotel da Legoland, que é fantástico! 

Quer mais dicas? Entre no nosso grupo: Família Viajandona na Disney
E curta nossa página no Facebook: Família Viajandona

Post III: California Adventure – o outro parque da Disneyland da California…

Você consegue imaginar um parque da Disney que não faça sucesso? Mas que não faça mesmo… que fique vazio já no dia da sua inauguração, em Fevereiro de 2001.
Foi o que aconteceu com o California Adventure, o segundo parque do complexo Disney em Anaheim – Califórnia. 
O parque, que foi construído para trazer mais público e fazê-los passar mais tempo em Anaheim era considerado sem graça pelos críticos e pelo público desde seu soft opening, o que acabou deixando-o meio esquecido “no canto”. 
Até que em Junho de 2012, após uma longa reforma, o parque inaugurou novas áreas como a Cars Land e a Buena Vista Street, área que remete à Los Angeles que Walt Disney conheceu quando chegou à Califórnia em 1920. 
Como já falei no post sobre a Disneyland, deixamos para ir no California Adventure no nosso segundo dia de viagem. E confesso que estava bem ansiosa para conhecer este parque com atrações tão diferentes (pero no mucho…). 
Já na entrada, lembramos de cara do Hollywood Studios, lá de Orlando. O portão é praticamente igual nos dois parques, e a Hollywood Land, com sua Buena Vista Street, é lembra muito a Hollywood Boulevard, que os “Orlando maníacos” tão bem conhecem. 
Mas vamos ao que interessa: nosso passeio e as atrações do parque! 

Entrada do California Adventure – bem parecida com a entrada do
Hollywood Studios, em Orlando


BUENA VISTA STREET: 

Esta é área logo na entrada do parque, com lojinhas, cafés e restaurantes. Logo no começo, à esquerda, tinha uma lojinha só de bonecos, camisetas e outros artigos do Mickey vintage – aquele desenho bem antigo do nosso ratinho preferido – da época que ele ainda se chamava Mortimer… 



HOLLYWOOD LAND: 

Aqui nesta área é bem fácil encontrar muitos personagens
Disney e Disney Junior 

Nesta área, que como eu disse acima lembra muito a área da Hollywood Boulevard em Orlando, encontramos algumas atrações bem famosas: 

The Twilight Zone Tower of Terror
Exatamente igual ao que tem em Orlando, esta atração eletrizante e famosa também dá calafrios nos aventureiros de plantão. 

Disney Junior – Live on Stage
Shows e aparições com os personagens da Disney Junior, que a garotada adora! 

– No Crown Jewel Theatre, tem sessões do “For the First Time in Forever – a Frozen Sing-Along Celebration” e logo em frente, tem o Anna & Elsa’s Royal Welcome, onde é possível encontrar as duas princesas mais concorridas da Disney. 

Turtle Talk with Crush – atração muito legal do Epcot Center, que aqui fica bem separada da atração do Nemo. 

Monsters, Inc. Mike & Sulley to the Rescue!
Esta é uma atração exclusiva daqui (pelo menos por enquanto). É um passeio muito maluco por Monstropolis, na caça de uma criança que está ameaçando a segurança e a paz por lá… conhece esta historia? 

A BUG`S LAND: 

Entrada da área do Bug’s Land


Esta é uma área fofa… fofíssima… pensada exclusivamente nos pequenos! Tem vários brinquedos, todos ambientados no filme Vida de Inseto, para as crianças brincarem sozinhas ou com os pais. Além disso, tem uma atração bem conhecida: 

– It’s Tough to be a Bug! 
Amo esta atração em 4D que é também bem famosa e concorrida lá no Animal Kingdom, em Orlando, e que aqui também faz o maior sucesso… só gosto sempre de lembrar que apesar de estar em uma área do parque para os pequeninos e de ser inspirada em um filme de animação, esta atração costuma assustar um pouco as crianças pequenas. A primeira vez que levei minha filha, com 5 anos, tive que sair com ela… e tinham vários pais saindo com pequenos. Portanto… atenção!! 

CAR`S LAND: 

Bem vindo a Radiator Springs!! 

Estava louca para conhecer esta área do parque!! E poder estar lá foi tudo que eu imaginava e mais um pouco! 
Acho que é um dos lugares mais perfeitos da Disney! Apesar de ter somente duas atrações, a grande sacada é que a gente realmente se sente como se tivesse entrado no filme Carros e estivesse em Radiator Springs. Tudo é milimetricamente perfeito! 

Detalhe do cenário da fila do
Radiator Spring Racers


Até os personagens – McQueen, Tom Mater & Cia – passeiam pela área da mesma forma que o Mickey e os outros personagens nos parques. E param para tirar fotos! Segue um filminho que conseguimos fazer, mostrando o McQueen chegando para a fila de fotos, no Cozy Cone Motel: 


Das atrações, uma é voltada para os pequenos, que é a Mater’s Junkyard Jamboree, que são caminhõezinhos andando em uma pistinha. 
Já a outra, é talvez a mais concorrida do parque. Daquelas que falta Fastpass pra dar conta! É a Radiator Springs Racers. 

Olha o carro!! Igualzinho ao filme!!


Gosto de dizer que esta atração é a Fast Track, do Epcot, melhorada. Bem melhorada! Nela a gente participa de uma corrida entre os carros do filme, no cenário do filme. Sensacional! 
Nesta área, até as áreas de alimentação fazem parte do filme. Quem lembra do Flo’s V8 Café – o café da Flo? Lá tem! E o Cozy Cone Motel? Também está lá, mas cada “cone”, ao invés de quartos de hotel, é uma lojinha de bebidas ou pipoca, sorvete… 

PACIFIC WHARF: 

Esta é uma área de transição entre A Cars Land e o Paradise Pier, onde funciona tipo uma praça de alimentação, com várias opções que agradam a todos. 


A única atração – se é que pode se chamar assim – é a The Bakery Tour, onde pode-se conhecer o processo de panificação da Boudin Bakery, que é uma fábrica de pães muito tradicional de San Francisco. O pão é delicioso… e a Boudin Bakery serve uma sopa no pão deliciosa. Tem uns 3 ou 4 sabores, inclusive a Clam Chowder, que é uma sopa de mariscos bem tradicional nos Estados Unidos. Vale a pena!! 

PARADISE PIER: 

Imagem do Paradise Pier, mostrando a California Screamin’ e a
Mickey’s Fun Wheel

Aqui chegamos à área que dá uma identidade ao parque. O Paradise Pier tem um certo ar dos piers das praias da costa dos Estados Unidos, aqueles que vemos nos filmes, com parque de diversões, sabe? 
Achei um lugar delicioso só pra ficar de bobeira, vendo o pessoal passar. Mas… se ficar de bobeira não é bem a sua praia, aqui tem bastante atrações! 

California Screamin’: 
Esta é a maior montanha russa do parque… tem cara de montanha russa antiga, daquelas de madeira, mas não é. Ela já começa com lançamento em alta velocidade, como a do Hulk e do Aerosmith. Muito legal!! 

Mickey’s Fun Wheel: 
Esta roda gigante a princípio parece bem normalzinha… mas a verdade é que ela é bem maluquinha… algumas das cabines dela, além de girarem como as outras, ainda deslizam por um trilho oval, que dá uma certa sensação de queda pra quem está dentro da cabine.

Goofy’s Sky School: 
A outra (e menor) montanha russa do parque, é uma mistura entre a The Barnstormer e a Primeval Whirl. É bem legalzinha, mais tranquila, tem aquelas jogadas da Primeval mas sem os giros. 

Goofy’s Sky School


The Little Mermaid – Ariel’s Undersea Adventure
Uma viagem através da história da Princesa Ariel, bem parecida com a do Magic Kingdom, para quem já foi.

Toy Story Midway Mania!
Esta atração em 4D também é bem parecida com a que tem no Hollywood Studios em Orlando. Adoro!

Outras atrações desta área, como a King Triton’s Caroussel, a Silly Symphony Swings e a Jumpin’ Jellyfish são brinquedos bem típicos de parques de diversão como os de píer, que mencionei acima. Bem legais, principalmente para quem viaja com crianças. 


Nesta área que acontece também o World of Color, que é o show de águas com projeção de imagens, música, fogos e laser que tem a noite. Pra mim foi um dos melhores shows noturnos que já vi na Disney, e vou falar dele no próximo post. 
*** Importante dizer que algumas das atrações desta área fecham cedo por causa do World of Color. Esteja atento aos horários, que estão bem sinalizados!! 

GRIZZLY PEAK: 

Chegamos à última parte do parque, onde tem uma atração que é uma das minhas favoritas em Orlando: 


Soarin’ Around the World
É uma das atrações mais legais e gostosas da Disney, na minha opinião! A sensação de sobrevoar todos aqueles lugares, podendo sentir o cheirinho de cada um e o vento no rosto é sensacional! 
Quando fomos, ainda era Soarin’ Over California… mas a atração também foi alterada, junto com a de Orlando. 

Grizzly River Run

Grizzly River Run
É a versão californiana do Kali River Rapids… aquele barco redondo que anda por corredeiras com pequenas quedas e jatos d’água. 

Como estávamos em casal, sem crianças, acabamos fazendo todas as atrações do parque em tempo de voltar para o hotel para esticar um pouco as pernas (lembram que falei aqui que o hotel ficava do outro lado da rua dos parques?), e voltamos a noite para assistir o World of Color. 

Na saída, ainda conseguimos assistir aos fogos da Disneyland, para encerrar nossa visita com chave de ouro!! 

No próximo post vou falar um pouco sobre os 60 anos da Disneyland, que estava sendo comemorado durante nossa visita, e também um pouco sobre o Downtown Disney de Anaheim. Aguardem!! 



Como falei no post anterior, perdi muitas das nossas fotos por acidente, na volta da viagem. Por isso, para ilustrar melhor os posts, algumas fotos foram retiradas da internet.








Alterações na Disney após ataque de jacaré

Placa de sinalização na estrada próxima a Key Largo FL
Nos últimos dias, após o terrível incidente com o garoto Lane Graves, de 2 anos, na prainha do Hotel Grand Floridian, muito se fala sobre os jacarés e crocodilos na Flórida. 
Cheguei a ler de tudo na internet… Pessoas com medo de ir, culpando a Disney, culpando os bichos, culpando os pais da criança. 
O fato é que toda aquela área sempre (sim, SEMPRE!) foi o habitat natural desses animais, que foram perdendo seu espaço para a expansão das cidades. Tanto é que é um tanto comum ouvir (ou ler) relatos de animais que aparecem em lagos artificiais de condomínios, em piscinas
Orlando, por exemplo, é um pântano cuja área foi sendo aterrada para construção de tudo aquilo que vemos por lá hoje!! Alguém lembra da cena do filme dos Minions onde eles chegam a Orlando para a convenção de vilões? Então… pântano!! 
Mas… hoje Orlando (e a Flórida em geral) é um lugar de férias… e nas férias ninguém costuma ficar ligado 24 horas por dia nos riscos naturais existentes. Muitos turistas talvez até desconheçam  estes riscos. E talvez a falta de sinalização mais específica e direta faça falta nestas horas. 
Na Flórida até hoje o único lugar que passei e que vi sinalização referente à existência de crocodilos foi na estrada para Key West, ao sul de Miami. 
Ontem a prainha do hotel foi reaberta, agora com placas de sinalização e cerca na beira d’água. Mais placas de sinalização foram instaladas em outros hotéis e lugares do complexo que ficam na beira de lagos. 
Nova sinalização e cercas colocadas pela Disney
Além disso, de acordo com os sites ClickOrlando e Mouseplanet, a Disney fez pequenas alterações em algumas de suas atrações que tinham a presença de crocodilos reais ou não: 
  • Jungle Cruise (Magic Kingdom): quem conhece as atrações, sabe que o guia do barco da atração sempre fazia algum comentário ou piada quando passava pelos enormes crocodilos que ficavam em uma prainha do percurso. Estas falas foram abolidas, e agora ninguém mais fala nada ao passar pelos animais (bonecos). 
  • Kilimanjaro Safari (Animal Kingdom): logo no início do caminho do Safari, tem uma ponte de madeira, onde os guias sempre faziam alguma brincadeira sobre a ponte estar condenada e poder quebrar e todos caírem no rio abaixo, que estaria cheio de jacarés. Lembram? Então… fala abolida também. 
  • A figura do Tic Toc – o jacaré da história do Peter Pan – que existia em um dos carros da Festival of Fantasy Parade, foi retirada também. 
Os crocodilos nada reais da atração Jungle Cruise
Já no Living with the Land, do Epcot Center, os jacarés de mentira e de verdade continuam na atração, sem alterações. 
Não se sabe ainda se estas pequenas alterações são apenas momentâneas, ou se serão permanentes. 
E aí, o que você achou das mudanças? 
Se você quer saber mais sobre os jacarés e crocodilos na Flórida, e quer dicas de como evitar acidentes, sugiro o excelente post sobre ataques de jacarés na Florida da Andreza Trivilin, do site Andreza Dica e Indica Disney.

No verão de 1955 foi inaugurado aquele que seria o primeiro parque idealizado por WaltDisney. e também o único que ele viu funcionar.Sua idéia era criar um lugar magico, onde pais e filhos pudessem aproveitar juntos. Seus planos iniciais limitavam-se a um terreno de 8 acres perto dos estúdios Disney em Burbank – CA. Porém, a Segunda Guerra Mundial acabou por interromper o andamento da instalação do parque.
Esta interrupção, no final das contas, acabou fazendo os sonhos de Walt Disney crescerem ainda mais, pelo que chegou à conclusão que aqueles 8 acres não seriam suficientes. E assim, na busca por um lugar maior, chegaram à uma terra de 160 acres, repleta de pés de laranjas, na cidadezinha rural de Anaheim. Assim começou nascer este mundo de fantasia visitado por milhões de pessoas todos os anos. 
Imagem dos estúdios Disney, em Burbank – Califórnia

Ler mais